Vem aí o mutirão da conciliação

*André Jobim de Azevedo

 

A realidade dos conflitos na vida empresarial requer uma solução ágil, eficiente e barata para beneficiar a economia e evitar que muitas empresas entrem em dificuldades. Nosso Judiciário não tem apresentado condições de resolver os problemas no tempo adequado e os empresários não podem perder tempo nem recursos para manter um processo demorado. Neste cenário, foram criadas os MESCs – Métodos Extrajudiciais de Solução de Conflitos – entre eles, a Conciliação.

Instrumento moderno, eficiente, seguro a Conciliação conduz para uma ágil solução do conflito e tem o poder de reconduzir a atuação à normalidade pela rapidez das soluções. A experiência da Federasul, desde o ano passado, com a atuação da Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem de Porto Alegre, demonstra que implantar a rede da Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial (CBMAE), um programa da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), foi uma decisão acertada.

E para dar maior abrangência ao trabalho, integramos o Mutirão de Conciliação Empresarial, para atender empresários que precisam de solução rápida e eficiente para seus conflitos. Ele vai acontecer entre os dias 6 e 11 próximos quando estarão sendo atendidos problemas referentes à rescisão contratual, inadimplência e quaisquer outros conflitos empresariais.

Sempre é bom lembrar que a conciliação é uma forma de solução de conflitos extrajudicial, com procedimento ágil e confidencial. É o método em que um conciliador tem a função de aproximar as partes para negociarem diretamente a solução das divergências. Estamos diante de uma ótima oportunidade para que as empresas resolvam eventuais problemas de forma amigável e econômica.

É fácil participar do mutirão. Basta relacionar as pendências e encaminhar à secretaria da Câmara, localizada na sede da Federasul, a qual deve ser previamente contatada para detalhamento.

O Mutirão Nacional de Conciliação já está sendo promovido, em outras cidades, pela CBMAE que estima resolver, no País,  mais de 3000 casos de conflitos, envolvendo mais de uma centena de empresas. Estaremos integrados ao movimento nacional em favor da Conciliação, caminho esse que  tem como fundamental contribuição para seu desenvolvimento a Resolução 125 do Conselho Nacional de Justiça.

 Todos querem uma rápida solução de seus problemas para dar continuidade aos seus negócios. E o Mutirão é capaz de desenvolver soluções conjuntamente com os envolvidos. 

 

*Vice-Presidente e Superintendente  da Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem de Porto Alegre, da FEDERASUL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.